sexta-feira, 27 de abril de 2018

PALAVRA DE DEUS COM JÚLIO FALCÃO - HAJA O QUE HOUVER, DEUS É DEUS!




Porque eu sei que o meu Redentor vive, e que por fim se levantará sobre a terra.
E depois de consumida a minha pele, contudo ainda em minha carne verei a Deus,

Jó 19:25-26


Essas são palavra de um homem que sua história começa sendo descrita da seguinte forma na bíblia;

Havia um homem na terra de Uz, cujo nome era Jó; e era este homem íntegro, reto e temente a Deus e desviava-se do mal.

Jó 1:1

E quando Jó declama essas palavras ele estava em um estado lastimável, ele já havia perdido bens matérias, servos, rebanhos, filhos e pôr fim a saúde. 

O estado de Jó era tão miserável que a própria esposa o tinha mandado abandonar a Deus e em seguida morrer, ele estava coberto de uma lepra terrível!

Mas, quem é íntegro, quem é reto e temente a Deus nunca abandona o Todo-Poderoso!

Jó teve a dor de sepultar todos os dez filhos num único dia e nós pais não fomos programas para enterrarmos nossos filhos e sim, sermos sepultados por eles, dá para imaginar o tamanho da dor desse homem? Uma dor que não estava só no físico por causa da lepra, mas, também na alma que sangrava pela dor da separação.

Eu não preciso ficar aqui narrando a história de Jó, porque já você sabe que tudo isso aconteceu porque Deus viu nele as características de um verdadeiro cristão e deixou satanás provar sua fé e que lá no final Deus deu para ele duas vezes mais de tudo quanto tinha antes.

O Espírito Santo é tão incrível que me fez parar no meio de um serviço que eu estava realizando para escrever essa mensagem, eu não tenho dúvida, eu falo nesse momento para alguém num estado semelhante ao de Jó, parece que tudo está se perdendo.

Porem eu te digo, continue com a mesma fé em Deus, não desista dele e nem de você, e verás a mão poderosa dele te dando dupla honra no momento determinado por Ele!

A Ele a honra, a Ele a glória para todo o sempre!

Que a paz a graça e a misericórdia de Cristo Jesus estejam com você e com todos de sua família!




0 comentários:

Postar um comentário