segunda-feira, 8 de outubro de 2018

PALAVRA DE DEUS COM JÚLIO FALCÃO - VOLTANDO PARA OS BRAÇOS DO PAI!




"Mas o pai disse aos seus servos: ‘Depressa! Tragam a melhor roupa e vistam nele. Coloquem um anel em seu dedo e calçados em seus pés.
Tragam o novilho gordo e matem-no. Vamos fazer uma festa e comemorar.

Lucas 15:22,23



Esse é uma das três parábolas que Jesus contou a respeito de quem se perde no caminho, primeiro ele falou da ovelha perdia, depois falou da dracma e por fim, do filho pródigo.
Aprendemos com essa parábola que um pai nunca desiste de um filho, mesmo sendo ele ingrato como esse personagem, note que quando o filho retorna para a casa do pai ele diz aos seus servos:

Tragam a melhor roupa e vistam nele, coloquem um anel em seu dedo e calçados em seus pés, mas o que me salta aos olhos nessa passagem é a última ordem do pai aos seus servos, note que ele fala tragam “o novilho” e não um novilho, e isso faz toda a diferença, “o novilho” quer dizer que ele já tinha um separado engordando a parte só para o retorno do filho.

Deus te ama e não desiste de você nunca, Ele é como um pai e uma mãe que passa a noite acordados esperando o filho retornar da escola ou das festas...

Deixa eu ilustrar melhor com uma linda história:

Conheci o testemunho de um homem que na sua adolescência se cansou de morar com os pais e decidiu fugir de casa. Tornou-se um marinheiro e por 10 anos trabalhou nos navios, se tornando um homem grosseiro, duro e bruto. Nunca, durante todo este tempo, escreveu uma carta para seus pais, ao menos para informar onde estava. Pensou que não se importariam com ele e que já o consideravam como morto. Até que finalmente seu desejo de voltar ao lar tornou-se tão grande que decidiu partir.

Entrou no porto, tomou um pequeno barco e remou em direção à casa de seus pais. Veio-lhe a ideia de que talvez todos já estivessem mortos ou mudado de cidade. A vergonha era tanta que não queria ser visto durante o dia, por isso, esperou até à noite. Ao anoitecer, remou para perto da margem, mas viu uma luz e alguém que se movia na praia. Como não queria encontrar estranhos, retirou-se para longe.  Às 10 horas da noite, aquela luz continuava no mesmo lugar. Retirou-se outra vez e esperou até às 11, mas a luz ainda estava ali e alguém andava pela praia.

Aproximou-se do lugar e para sua surpresa, era o seu pai, de barba branca, olhos melancólicos e coração quebrantado... Noite após noite, durante dez anos, seu pai havia colocado uma lanterna para guiar e receber o seu filho, esperando que um dia ele voltasse. 

Deus é assim! É um pai, eterno e amoroso, e nenhum filho, jamais será esquecido por Sua mente infinita e por Seu coração que tanto ama.

Deus te ama e está de braços abertos para te receber novamente, ah!, e não importa por onde você ando e muito menos o que você fez por lá, o importante é que você se arrependa verdadeiramente e corra em direção aos braços do Pai, quando você decidir dar um passo em direção dele, saiba que Ele dará dez na sua direção fazendo festa com seus anjos.

Que a paz a graça e a misericórdia de Cristo Jesus estejam com você e com todos de sua família!


0 comentários:

Postar um comentário